Reestruturação/privatização

Presidente dos correios não comparece à audiência pública e coloca assessor numa “fria”

 

fotoaudiencia2

 

No último dia 14, o SINTECT-MG esteve presente na audiência pública, em Brasília, que iria debater a Reestruturação/Privatização dos Correios. A audiência, no entanto, foi caracterizada pela ausência do Presidente dos Correios, Guilherme Campos Junior, que mandou um assessor em seu lugar. Ou seja, o novo presidente não se dignou nem mesmo a conversar com seus funcionários, em mais uma demonstração da falta de respeito com a categoria.

Além do descaso do presidente, a audiência foi marcada pela manifestação dos presentes contra o fechamento de unidades de trabalho (Agências de Correios, Centros de Distribuições Domiciliárias, CEE’s, Diretorias Regionais inteiras). O representante dos Correios, no entanto, afirmou cinicamente que: “Nós não estamos fechando agências”. A declaração, uma provocação, causou indagação entre os representantes dos trabalhadores.

A audiência pública foi convocada inicialmente para tratar da extinção das diretorias regionais do norte do Brasil. Porém, o debate foi ampliado sobre a necessidade de barrar a Reestruturação. Na opinião dos deputados, o plano de reestruturação da direção da ECT prejudica os trabalhadores e a população. Trata-se, no entendimento dos deputados presentes, do desmonte da maior empresa estatal do País e, com isso, justificar a privatização ao final do processo.

 

Presidente dos correios não apareceu para explicar o inexplicável

Num debate tão importante, a ausência do Presidente dos Correios foi duramente criticada pelos presentes. Segundo os deputados, no Brasil os presidentes de estatais tem certo “receio” de comparecerem às audiências públicas porque serão questionados. Ainda fizeram comparação com a Europa, em que presidentes de estatais vão com frequência aos parlamentos para debater a situação das estatais, que são de interesse da população.

Sem desrespeitar ou desqualificar o assessor dos Correios que foi enviado para dar explicações, os presentes aprovaram a CONVOCAÇÃO do Presidente da ECT para que ele pessoalmente possa dar as explicações sobre o processo de Reestruturação por que passa a empresa. A “justificativa” da ausência foi uma reunião ordinária com o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação, Gilberto Kassab. Para os deputados, uma reunião ordinária não justifica e não poderia impedir o comparecimento do Presidente dos Correios para debater tão importante, sobre uma situação que afetará trabalhadores e a população. Em todo País, várias agências de Correios estão sendo fechadas e cidades inteiras ficando sem a prestação de um serviço que é parte intrínseca ao direito de integração nacional. Isso porque os Correios detêm o monopólio postal e tem o dever de prestar um serviço social à população.

Assessor dos Correios diz que não estão fechando Agências. SERÁ QUE É VERDADE?

O ponto alto do debate foi a fala do Assessor dos Correios tentando explicar que os Correios não havia fechado agências. No plenário, no entanto, havia vários representantes de trabalhadores, de todo o país, que imediatamente se manifestaram com revolta e desmentiram a declaração. Destaca-se a fala do Presidente do SINTECT-MG, Robson Silva. “Mentira! Já fecharam várias Agências em Minas Gerais e em todo País! Não estão só fechando as Agências Convencionais. Os Correios estão entregando para as Agências Franqueadas toda sua receita. Na prática senhores deputados, a direção da Empresa está entregando os Correios para iniciativa privada” e nós não vamos aceitar!

A audiência foi finalizada com os protestos dos presentes, que entendem o processo de Reestruturação como um desmonte da Empresa para a privatização. Já o presidente dos Correios será convocado para dar explicações sobre esse processo que já está prejudicando os trabalhadores e a população, e que irá prejudicar ainda mais.

A tarefa dos trabalhadores para esse período é começar a organizar os comitês de base para debatermos com mais detalhes essa situação e organizar a mobilização. Somente a união dos trabalhadores em todo país será capaz de impedir a retirada de direitos e barrar as demissões, caso seja concretizado o processo de reestruturação/ privatização dos Correios.

NÃO À PRIVATIZAÇÃO DOS CORREIOS! PELA REABERTURA IMEDIATA DAS AGÊNCIAS FECHADAS! NÃO À EXTINÇÃO DAS REGIONAIS DOS CORREIOS!

 

Filie-se

O SINTECT – MG tem como objetivo buscar a melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores, preocupando-se de estar presente e ao seu lado a todo tempo. Por este motivo estamos buscando convênios para facilitar a vida de seus filiados. Se cada um de nós, (capital e interior) empenharmos em firmar pelo menos um convenio, o numero crescera cada vez mais, criando facilidade para a vida de nos os trabalhadores. Quando os trabalhadores se unem as coisas acontecem!

VENHA FILIE-SE E FORTALEÇA A NOSSA CLASSE.

Saiba mais

Mundo do Trabalho

logomundo

 

Nossas reuniões são abertas à participação de entidades sindicais, estudantis, movimentos sociais e popular, Jurídicas e de pessoas que queiram debater e lutar contra o aprofundamento da precarização do mundo do trabalho.

Newsletter

Receba em seu e-mail as atualizações de nosso site. Fique por dentro das novidades e notícias do seu sindicato.

Aqui você tem voz!

denuncia

Visitas: 62107

SINTECT-MG | Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Correios e Telégrafos e Similares de Minas Gerais

Rua dos Carijos, 141, Centro - Belo Horizonte - MG
(31) 3224-0752 - (31) 3031-2497 (Jurídico)
sintectmg@ig.com.br