Mediação do TST ou ataque contra os trabalhadores?

lutarevencer

A campanha salarial dos trabalhadores dos Correios já está em andamento. A pauta de reivindicações aprovada no último CONREP (Conselho de representantes dos Trabalhadores dos Correios) foi protocolada na Empresa no dia 27 de julho, em Brasília. Um dos eixos da campanha salarial deste ano é a volta do plano Correios Saúde, a principal conquista dos trabalhadores, que agora exigem o seu controle.

O presidente da ECT, Guilherme Campos, tentou de todas as formas aumentar a participação dos empregados no custeio das despesas do plano de saúde; propôs uma mensalidade para os beneficiários e dependentes, que foi rejeitada pela categoria em todos os estados. Depois de fracassadas tentativas de acordo, solicitou mediação do TST (Tribunal Superior do Trabalho) para resolver o impasse. O TST, mostrando ser uma instituição que gerencia os interesses da burguesia, fez uma nova proposta, onde apenas os dependentes pagariam essa mensalidade. Tal “sugestão” nem chegou a ser apresentada nas Assembleias. Recentemente, alteraram essa proposta de participação para percentuais, conforme faixa remuneratória, que variam entre 5,21% e 7,82%, resultando em mensalidades que variam de R$ 124,75 até R$ 861,59.

Campanhas salariais anteriores foram levadas de forma equivocada ao TST, como a de 2014, mostrando que essas mediações nada mais são do que uma prática antisindical, tirando dos trabalhadores a condição de negociadores dos interesses coletivos. Desde já, se propõe à categoria uma mudança de postura nesta campanha salarial. Os trabalhadores dos Correios de forma organizada e unificados na defesa da pauta coletiva precisam urgentemente enfrentar a Empresa e o Poder Judiciário. O plano de saúde da categoria é um direito já adquirido, portanto, só pode ser alterado de comum acordo com os empregados. Os trabalhadores têm esse benefício há mais de trinta anos. Qualquer tentativa de se “empurrar” uma mensalidade, via Poder Judiciário, é um golpe.

Neste sentido, o Sintect-MG convoca os trabalhadores a lotarem as Assembleias Gerais desta campanha salarial, demostrando à Empresa e ao TST que estão mobilizados contra qualquer tentativa de retirada de direitos e organizados para fazer a maior greve da história dos Correios.

CONTRA A IMPLANTAÇÃO DE MENSALIDADES

FORA POSTAL SAÚDE E RETORNO DA GESTÃO POR RH DA EMPRESA

PELA UNIFICAÇÃO DAS CATEGORIAS COM DATA BASE NO 2º SEMESTRE

NÃO À PRIVATIZAÇAO! PRIVATIZAÇÃO É DEMISSÃO!

 

Filie-se

O SINTECT – MG tem como objetivo buscar a melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores, preocupando-se de estar presente e ao seu lado a todo tempo. Por este motivo estamos buscando convênios para facilitar a vida de seus filiados. Se cada um de nós, (capital e interior) empenharmos em firmar pelo menos um convenio, o numero crescera cada vez mais, criando facilidade para a vida de nos os trabalhadores. Quando os trabalhadores se unem as coisas acontecem!

VENHA FILIE-SE E FORTALEÇA A NOSSA CLASSE.

Saiba mais

Mundo do Trabalho

logomundo

 

Nossas reuniões são abertas à participação de entidades sindicais, estudantis, movimentos sociais e popular, Jurídicas e de pessoas que queiram debater e lutar contra o aprofundamento da precarização do mundo do trabalho.

Newsletter

Receba em seu e-mail as atualizações de nosso site. Fique por dentro das novidades e notícias do seu sindicato.

Aqui você tem voz!

denuncia

Visitas: 56450

SINTECT-MG | Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Correios e Telégrafos e Similares de Minas Gerais

Rua dos Carijos, 141, Centro - Belo Horizonte - MG
(31) 3224-0752 - (31) 3031-2497 (Jurídico)
sintectmg@ig.com.br