• Rua dos Carijós, 141 - Centro - Belo Horizonte/MG
  • (31) 30328757 (98277-2360) whatsapp
  • juridicosintectmg@gmail.com

Notícias

SUCATEAR PARA PODER EXTERMINAR O PLANO DE SAÚDE

O Sucateamento acelerado do Postal Saúde (plano de saúde dos funcionários dos correios) em todo o território brasileiro, em especial as localidades do interior, é mais uma política de sucateamento e desmonte do plano de saúde dos trabalhadores dos Correios, implantada pela direção da ECT alinhada a política de privatização do governo federal para atacar o direito à saúde dos trabalhadores e facilitar a privatização da ECT.
A Empresa vem de forma intencional deteriorando diariamente a qualidade dos serviços fornecidos pela Postal Saúde, deixando o serviço médico sem o mínimo que um plano de saúde deveria oferecer aos seus conveniados.  Hospitais e clínicas estão sendo, de forma sistemática e em sistema de rodízio, descredenciados com o motivo absurdo de falta de pagamentos aos hospitais pela Postal Saúde. 
Além de atraso nos pagamentos aos credenciados, a Postal Saúde vem fazendo rodízios das dividas feitas pelo plano, com isso, muitas clínicas, perdem a confiança juntamente com a credibilidade em um plano nacional que agrega quase 100 mil funcionários diretos e em média 400 mil representados, considerando os dependentes dos funcionários dos Correios. Os Correios sempre foram considerados uma referência em plano de saúde, e que hoje após o sucateamento, os hospitais, clínicas, laboratórios e todo o rol de credenciados, vem cancelando os atendimentos, com o medo de ficar sem receber, num descaso proposital realizado pela Empresa.
Não podemos deixar de lembrar também que desde março de 2018, quando foi instituída a mensalidade pelo TST, nós pagamos um valor absurdo e muitas vezes não temos atendimento de urgência e emergência, em várias cidades do interior, e em vários municípios, só possui uma única clínica ou hospital , sendo que a maioria das cidades do interior sequer tem clínicas médicas disponíveis, tendo que se deslocar para outros municípios que oferecem o serviço.
Importante ressaltar, que este é o período em que o Brasil passa pelo seu pior momento da pandemia do novo Coronavírus, batendo recordes mundiais em número de mortes – são mais de 345 mil óbitos no País, com uma média móvel diária que supera a marca de três mil vítimas, e precisamos mais do que nunca de um atendimento digno e humanizado pelo plano de saúde.
Devemos nos unir contra o sucateamento do plano de saúde! 
Denuncie ao sindicato, todos os procedimentos que possam ser contrários à preservação da saúde dos trabalhadores, que possa acontecer em sua cidade. 

NÃO AO SUCATEAMENTO DO PLANO DE SAÚDE!

PELA VOLTA DOS CORREIOS SAÚDE!

PELA VIDA DOS TRABALHADORES!

NÃO À PRIVATIZAÇÃO DOS CORREIOS!